Qual o conjunto de competências necessárias para o profissional da área de testes?

Você está em busca de cursos de informática de qualidade? Confira os cursos que separamos para você, clicando aqui.

Diversas são as competências necessárias para desempenhar as atividades da área de testes de software. São competências tanto técnicas como comportamentais. Sugere-se que exista um equilíbrio entre elas, uma vez que a área de testes envolve também aspectos da psicologia, sendo exigido do profissional atitudes que direcionem a essas questões, mantendo um bom relacionamento entre testadores, desenvolvedores e demais envolvidos.

Listamos abaixo o conjunto separado de competências, habilidades e atitudes para o profissional de testes de software:

CONHECIMENTO

O conhecimento em Engenharia de software é fundamental pra o testador. Ele precisa conhecer todo o processo de desenvolvimento no qual está inserido, pois as atividades fazem parte deste processo.

Noções de programação também é um outro conhecimento indicado para os testadores. A partir do momento que você  possui um entendimento de lógica, poderá elaborar testes mais precisos e direcionados.

Compreender bem o sistema operacional também é um outro aspecto importante. É preciso saber diferenciar as falhas de software de configurações desajustadas dos sistemas operacionais, pois as falhas podem ocorrer devido à configurações de permissão dos SO’s. O conhecimento deste ambiente proporciona maior produtividade no processo.

HABILIDADES

O profissional da área de testes deve saber se comunicar bem, tanto oralmente quanto na escrita. Ele precisa saber dialogar bem, de forma clara e objetiva. Transcrever para o papel de forma objetiva e organizada as atividades executadas de testes também é importante para que todos os envolvidos possam compreender bem todo o processo. A organização também é outra habilidade que deve fazer parte do dia a dia do profissional, tratando-se de uma característica crucial em qualquer processo da Engenharia de Software.

Além disso, o profissional precisa também ter facilidade de aprendizado, compreendendo bem as ferramentas de tetes disponíveis e, consequentemente, avaliando as mais adequadas para utilização no produto a ser testado.

ATITUDES

Como dito anteriormente, as atividades de testes envolvem também questões da área de psicologia. O profissional da área de testes deve se relacionar bem com os demais envolvidos na área. Ele precisa ter diplomacia, utilizando bons modos e agindo com delicadeza. Precisa também ser pro-ativo, tornando as atividades de testes sempre presentes durante o processe de desenvolvimento. Nota-se que, neste sentido, as empresas costumam negligenciar esta atividade.

O profissional também precisa ser paciente e ter persistência, pois trata-se de uma área cansativa e que exige comprometimento do profissional a todo momento.

O profissional precisa tomar atitude de “criatividade destrutiva”. Ou seja, ele não pode ter medo de “derrubar” o software no qual está testando. Lembre-se que as atividades de testes existem para ultrapassar os limites existentes na aplicação.

Por fim, muito estudo e dedicação é fundamental para o profissional da área de testes. Lembre-se que técnicas e ferramentas são concebidas e aperfeiçoadas constantemente, e o profissional precisa acompanhar todas estas tendências.

ENVIE UMA REPOSTA:

Por favor digite o seu comentário
Por favor digite o seu nome

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.