O que é Registro do Windows e para que serve?

Você sabe o que é Registro do Windows e para que ele serve? Confira este post completo abordando sobre esta antiga funcionalidade, considerada bastante curiosa para muitos usuários do sistema Windows.

O Sistema Operacional Windows, a partir de sua versão 3.1, lançada em março de 1992, introduziu um novo recurso chamado Registro do Windows, muito importante para o funcionamento do sistema. Tal recurso tem acompanhado todas as demais versões superiores do sistema, e ainda gera muitas dúvidas por parte dos usuários a respeito de sua real função.

O que é Registro do Windows?

O Registro do Windows refere-se a um banco de dados contendo diversas informações relacionadas à configuração dos aplicativos que instalamos. Por exemplo, quando instalamos o pacote Office em nosso computador ou inserimos um plano de fundo na área de trabalho do sistema, este banco de dados é automaticamente atualizado, registrando todas as alterações realizadas.

Se você ainda não entendeu bem o que é Registro do Windows e para que serve, confira abaixo uma outra definição:

O Registro do Windows é uma área restrita do sistema Windows que armazena informações a respeito de todas as configurações do computador, tais como software instalados, parâmetros do sistema, até a parte de hardware. Sendo assim, toda vez que um programa é instalado no sistema, uma nova sub-chave contendo diversas configurações, como localização e versão do do programa, é adicionada ao Registro do Windows.

Quando a primeira versão do Windows foi lançada, quando ainda não existia o Registro do Windows, o sistema fazia uso de diversos arquivos de configuração para possibilitar o correto funcionamento do sistema. Embora esses tipos de arquivos ainda existam, o Registro do Windows foi lançado com a ideia de unificar o armazenamento dessas configurações em um único local, facilitando o seu controle e acesso.

Informações sobre o Editor do Registro do Windows

Para exibir e fazer alterações no Registro do Windows, existe um editor específico que pode ser acessado. Nas antigas versões do Windows 3.x, o Editor do Registro era conhecido como Editor de Informações do Registro. O Editor do Registro possibilita que você visualize todas as chaves e valores que estão no registro, bem como alterar os valores do sistema operacional, programas e drivers.

O que é Registro do Windows e para que serve? 1
Editor do Registro

Como vocês podem observar pela imagem acima, a janela do Registro do Windows possui um layout bem modesto. Apesar da simplicidade, ela pode ser bastante útil para quem é especialista na área, uma vez que fornece a possibilidade de manipular registros para reparar problemas relacionados a vírus, como também para alterar configurações do sistema.

Como acessar o Editor de Registro do Windows

Para acessar o Editor de Registro do Windows, você precisa acionar o Menu Iniciar, e no campo de busca, digite regedit.

Observação: alterações indevidas realizadas dentro do editor podem impactar negativamente no funcionamento de seu sistema, portanto, recomendamos que não faça modificações no editor, a menos que você esteja ciente do que está fazendo.

É por esse motivo que o Windows não disponibiliza uma outra forma mais amigável de acesso ao editor. Usuários podem facilmente danificar o sistema ao tentarem corrigir problemas por meio de alterações indevidas no registro.

O que são chaves de Registro

Agora que você já sabe o que é Registro do Windows e como fazer para acessá-lo, é importante que entenda um pouco mais sobre as suas características. Confira o que é Chave de Registro.

Ao abrir o Editor de Registro do Windows pela primeira vez, ele irá exibir as chaves raiz que contêm todos os valores do registro. Abaixo está uma breve descrição sobre cada uma destas chaves mais comuns e os respectivos valores contidos em cada uma delas.

HKCR (HKEY_CLASSES_ROOT)

Esta chave descreve basicamente o tipo e extensão dos arquivos. Vale ressaltar que esta chave faz parte das versões mais novas do Windows apenas por questões de compatibilidade com softwares mais antigos.

HKCU (HKEY_CURRENT_USER)

Esta chave registra todas as informações e configurações relacionadas ao usuários conectado ao sistema. Trata-se de uma sub-chave de HKEY_USERS.

HKLM (HKEY_LOCAL_MACHINE)

Esta chave contém informações específicas do computador sobre o hardware instalado, configurações de software, entre outras informações. Trata-se de uma das chaves mais importantes do Windows, necessária para o funcionamento da interface gráfica do sistema.

O que é Registro do Windows e para que serve? 2

HKU (HKEY_USERS)

Esta chave contém informações sobre todos os usuários registrados no computador, incluindo informações gerais e específicas de cada usuário. Esta chave é responsável por armazenar configurações de aparência da tela do usuário, como papel de parede, tema, entre outros parâmetros.

HKEY_CURRENT_CONFIG (HKCC)

Esta chave armazena todos os detalhes sobre a configuração atual do hardware conectado ao computador.

HKDD (HKEY_DYN_DATA)

Esta chave não está presente nas versões atuais do Windows. Apenas  as versões do Windows 95, 98 e NT utilizam esta chave. Esta chave era responsável basicamente pelo armazenamento de informações plug and play, ou seja, são informações que sempre se atualizavam conforme os dispositivos vão sendo conectados ou removidos do equipamento. As informações de cada dispositivo de hardware incluem a chave do hardware relacionado, o status atual do dispositivo, incluindo também informações a respeito de problemas identificados.

O que causa erros de registro?

Antes de mais nada, é preciso deixar claro que erros encontrados no Registro do Windows nem sempre são realmente erros. Quando um programa de limpeza de registros tem o papel de identificar possíveis problemas no Registro do Windows, ele fará uma varredura completa em busca de quaisquer entradas que estejam apenas ocupando espaço no banco de dados. Sendo assim, entradas consideradas desnecessárias ou inúteis são vistas por esses programas como erros no registro.

Ao executamos um programa de limpeza de Registro do Windows, será emitirá no final do trabalho um relatório contendo detalhes sobre o que foi realizado. Se você tiver oportunidade de fazer este teste um dia, poderá ver que o programa de limpeza irá eliminar basicamente chaves de registro “abandonadas” durante a desinstalação de algum programa, chaves vazias, valores não utilizados ou mesmos chaves duplicadas.

Além de essas questões poderem ser resolvidas facilmente, não podemos deixar de mencionar a existência de erros reais do registro. Ou seja, tratam-se de problemas mais sérios, que podem até mesmo impedir a inicialização correta do Windows. Esses erros geralmente indicam a falta de algum registro específico, ou que o sistema Windows não consegue acessá-lo, ou mesmo que o registro está corrompido.

Neste caso, os limpadores de registro são considerados totalmente inúteis, uma vez que não poderão corrigir o problema.

O que fazer com problema sérios do Registro do Windows

Esta matéria, criada pela equipe do Portal Dicas de Informática Básica, que tinha como objetivo abordar o que é Registro do Windows, está bem mais completa do que a sua proposta inicial. Isso porque trata-se de um assunto com muito conteúdo relevante e curioso. Procuramos então listá-los da forma mais organizada possível.

Ao se deparar com um erro mais grave no Registro do Windows, a ação mais adequada e inteligente a ser tomada é seguir os procedimentos de solução de problemas padrão do sistema.

A ideia é fazer uma abordagem do problema em questão e não recorrer diretamente a limpadores de registro, na expectativa de que possam resolver todos os problemas. É improvável que realizem os reparos necessários no registro, pois os problemas podem estar alocados em outro local que não seja necessariamente dentro do registro, ou seja, estarão fora de seu alcance.

Devo mencionar “registro” ou “Registro” em minha escrita?

Agora, vamos a uma curiosidade. Quando você for fazer uma menção por escrito sobre Registro do Windows, você deve utilizar o termo em letra maiúscula ou minúscula? Para respondermos a essa pergunta, tivemos que consultar a documentação da Microsoft.

De acordo com o Manual de Estilo da Microsoft, o termo “registro” deve ser todo escrito em letras minúsculas, exceto quando fizer parte de um componente ou nomenclatura do sistema, como por exemplo “Editor do Registro” ou “Registro do Windows”.

Como manter o Registro do Windows sempre funcionando corretamente?

Como dissemos anteriormente, não recomendamos que você faça alterações no Registro do Windows, a menos que você seja um especialista. Se você tem condições e um conhecimento razoável para fazer atualizações no editor, temos ainda uma dica para você: faça sempre uma backup completo das informações do editor antes de fazer quaisquer modificações. Desta maneira, você conseguirá restaurar o backup com as informações originais, caso o computador comece a operar de maneira indevida. Para realizar o backup é bem simples: Acesse o menu Arquivo > Exportar.

Você pode periodicamente utilizar programas para limpar entradas desnecessárias, inválidas e que estão apenas ocupando espaço no banco de dados do registro. O Registro do Windows tende a ficar cada vez maior à medida em que o tempo passa. Se você tem o hábito de instalar e desinstalar programas com frequência, essa limpeza pode realmente ser interessante para manter o seu computador e registro mais limpos. Recomendamos que você pesquise no Google por programas gratuitos de limpeza de registro.

Chegando ao fim…

Chegamos ao fim de mais uma matéria completa e abrangente a respeito de um recurso fundamental para o funcionamento do Sistema Operacional Windows. Se você gostou deste texto sobre o que é Registro do Windows, dê o seu like clicando no botão curtir no final desta página.

ENVIE UMA REPOSTA:

Por favor digite o seu comentário
Por favor digite o seu nome

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.