O que é hardware?

Antes de começarmos a falar sobre o que é hardware, é importante ressaltar que um sistema de computador é integrado pelo hardware e pelo software. Se você não sabe o que significa hardware, continue neste post e conheça informações interessantes a respeito deste conceito.

Praticamente qualquer teste básico de informática irá abordar sobre o conceito de hardware. Se você está se preparando para um concurso público, ou se está prestes a fazer uma entrevista de emprego que envolva a área de informática, ou irá trabalhar com assistência técnica ou laboratório de informática, é essencial que compreenda bem este conceito.

O que é hardware?

Confira abaixo algumas definições para hardware:

  • Hardware trata-se do equipamento propriamente dito. Estão incluídos os periféricos de entrada e saída; o computador em si e seus elementos físicos, tais como carcaças, placas, cabos, entre outros dispositivos em geral;
  • Hardware é todo e qualquer componente físico que faz parte de um computador. Tudo que é fisicamente tangível é considerado um hardware;
  • Hardware é um termo utilizado para descrever todos os componentes físicos de um computador;
  • Hardware pode ser descrito como a parte física do computador, como peças e equipamentos em geral;

Sem o hardware, o computador não existiria e o software jamais poderia funcionar.  O hardware está presente não apenas nos computadores e notebooks, mas também em tablets, smartphones, entre outros dispositivos eletrônicos.

Do que é constituído o hardware?

Agora que você sabe o que significa hardware, confira abaixo informações sobre a sua constituição.

O hardware é constituído pelas seguintes unidades funcionais básicas: unidade central de processamento, memória principal e unidades de entrada e saída.

Dos três componentes básicos do hardware, dois são essenciais para realizar o processamento de dados: a Unidade Central de Processamento (UCP, também conhecida por CPU) e a Memória Principal.

A CPU é a unidade ativa desse núcleo, uma vez que é a partir dela que são coordenadas e executadas as instruções e as operações aritméticas e lógicas. Ela contém duas seções: a Seção de Controle e a Seção Aritmética e Lógica.

Por outro lado, a memória principal é considerada um dispositivo passivo, uma vez que é responsável pelo fornecimento de elementos à CPU ou a algum dispositivo de entrada/saída.

Confira, no link a seguir, uma matéria completa sobre periféricos de entrada e saída, criada pelo nosso portal Dicas de Informática Básica: O que é periférico de entrada e saída?

O que é hardware? 1

Categorias do hardware

Antes de falarmos de suas categorias, podemos citar a tela de seu computador como um bom exemplo de hardware. Independente se você está fazendo a leitura dessa matéria a partir de um computador ou celular, a tela de seu dispositivo é o meio pelo qual estabelece a comunicação entre o homem e a máquina.

O hardware pode ser classificado em duas categorias: hardware externos e hardware internos.

Confira abaixo alguns exemplos:

Exemplos de hardwares externos

  • A tela do computador, conforme dissemos acima;
  • Teclado;
  • Mouse;
  • Impressora;
  • Pendrive.

Exemplos de hardwares internos

  • Processador;
  • Disco rígido;
  • Leitor de CD/DVD;
  • Placa mãe;
  • Placa de vídeo;
  • Placa de som;
  • Memória RAM;
  • Ventoinha de refrigeração (conhecida como FAN).

O que é hardware de rede?

Já falamos o que significa hardware, quais são as suas categorias e citamos alguns exemplos. Vamos agora abordar um conceito mais específico: Hardware de rede.

O que é hardware? 2

O hardware de rede corresponde a todo e qualquer dispositivo físico utilizado para estabelecer a comunicação entre diferentes computadores. Uma rede de computadores é criada a partir deste tipo de hardware.

Exemplos de hardware de rede

  • Placa de rede;
  • Roteador;
  • Repetidor de sinal;
  • Adaptador de rede;
  • Modem;
  • Bridge.

O que é aceleração de hardware?

Um outro conceito bastante comum nos dias atuais é a aceleração de a hardware. Mas, afinal de contas, o que é isso?

A aceleração de hardware consiste no uso de dispositivos físicos do computador para realizar atividades específicas. Como efeito, requer menos ajuda do processador e, ao mesmo tempo, ganha-se muito em velocidade.

Exemplos de aceleração por hardware

As placas de vídeos dos tempos atuais são ótimos exemplos de aceleração por hardware. Além de serem bastante avançadas, estão preparadas para realizar determinadas operações com o objetivo de processar gráficos com uma velocidade muito superior aos processadores.

Ou seja, essas placas não irão fazer uso do processador nativo do computador, e sim irão recorrer ao processador próprio, obtendo grandes resultados, tanto em questão de gráfico como também em velocidade.

O que significa software?

Vamos relembrar o primeiro parágrafo desta matéria. Você lembra que dissemos que tanto o hardware como o software são elementos que que fazem parte do computador? Então, agora que acabamos de explicar o que é hardware, você deve estar se perguntando o que significa software.

O software refere-se à parte lógica do computador, ou seja, é o conjunto de programas que são instalados no computador. O objetivo do software é facilitar a interação dos usuários com cada dispositivo físico do computador. Há um programa adequado para cada tipo de atividade que se deseja realizar utilizando o computador. Por exemplo, para criarmos um cartão de visitas, precisamos de um programa que dê suporte a esse tipo de trabalho, como o CorelDraw. Já para a criação de uma planilha, é necessário utilizar o programa Microsoft Excel. Enfim, para cada tipo de necessidade, há uma opção correspondente que irá atendê-la.

Qual a diferença entre hardware e software?

Agora que você já sabe o que significa hardware e software, poderá responder a essa pergunta: qual a diferença entre eles?

Há um ditado antigo e que pode ser aplicado como resposta para essa pergunta. “Hardware é tudo aquilo que você chuta e software é o que você xinga”. Isto não significa que você deve sair chutando o seu equipamento. A ideia é mostrar aos usuários que hardware está ligado aos aspectos tangíveis, enquanto o software é como se fosse a “mente” do seu computador. Hardware é, portanto, a parte palpável do computador. Já o software é a parte abstrata do computador.

Pode-se dizer que a maioria dos dispositivos eletrônicos digitais necessitam do hardware e software par funcionar, sendo que é comum esses dois elementos já vierem integrados de fábrica nesses equipamentos. Podemos citar como exemplo os smartphones, Smart Tvs, e claro, os computadores e notebooks. Uma vez que o usuário possuir um desses, poderá atualizar tanto o software como também o hardware, dependendo do tipo de equipamento. A instalação de software costuma ser um procedimento mais fácil e comum no dia-a-dia, podendo baixar pela internet um arquivo de atualização e instalar diretamente no equipamento. Já no caso do hardware, é exigido um certo conhecimento para realizar uma eventual atualização ou substituição.

Quais são os componentes do computador desktop?

Um computador desktop é formado basicamente por 4 componentes. São eles:

  • Monitor – é a tela onde vemos as informações;
  • Gabinete – algumas pessoas chamam este componente de CPU, entretanto, não é recomendado que se utilize esse termo. Dentro do gabinete estão armazenados diversos dispositivos, tais como placa-mãe, processador, cooler, memória RAM, HD, fonte de alimentação, entre outros;
  • Teclado – dispositivo utilizado para entrada de informações;
  • Mouse – dispositivo utilizado para entrada de informações;

O que você achou sobre essa matéria abordando o que é hardware? Se você gostou, colabore com o nosso portal clicando no botão curtir no final desta página. Compartilhe também essa informações com o seus amigos.

ENVIE UMA REPOSTA:

Por favor digite o seu comentário
Por favor digite o seu nome

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.